Japão decide relaxar regras de visto de trabalho para enfermeiros

Japão decide relaxar regras de visto de trabalho para enfermeiros

O Governo japonês decidiu implementar um novo programa de vistos de trabalho, com o intuito de facilitar o acesso de estrangeiros para ocupar vagas de empregos que estão disponíveis no país, principalmente, na área de enfermagem, cuja demanda de profissionais qualificados é alta.

Não é de hoje que os japoneses buscam, em outros países, profissionais de enfermagem. Em 2016, o Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) anunciou, em nota, que o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do Japão buscava brasileiros para ocupar vagas de estágio para treinamento no setor de cuidados com idosos.

De acordo com um relatório divulgado pelo Asia-Pacific Human Rights Information Center, em 2025, a falta de mão de obra qualificada nessa área chegará a um milhão de postos em abertos. Segundo o ministro japonês, Yoshihide Suga, a maior dificuldade em atrair trabalhadores nessa área está na elegibilidade limitada para cumprir as habilidades obrigatórias e os testes de idioma.

"Atualmente, os estrangeiros escolhem os países [para trabalhar e morar]. Nosso desafio é nos tornarmos um lugar onde eles queiram viver", explicou ele, em entrevista à Agência de Serviços de Imigração.

Desde 1º de abril de 2019, o Governo japonês facilitou a entrada de imigrantes para preencher vagas de trabalho no país. Com isso, introduziu o status de residente ao 'trabalhador qualificado' que ocupe alguma vaga em qualquer um dos 14 setores com escassez de mão de obra. A partir da iniciativa, o estrangeiro poderá ficar até cinco anos no Japão, sem testes adicionais.

O objetivo é atrair até 345 mil trabalhadores semiqualificados, nos próximos cinco anos. Entretanto, até novembro de 2019, alguns meses após a implementação da legislação, apenas 1.019 mil pessoas estavam no país com o visto de trabalho, sendo 303 na produção de alimentos e bebidas, 169 na agricultura e 151 na fabricação de máquinas industriais.

De acordo com a agência de imigração japonesa, as dificuldades estão na emissão dos títulos de vistos, devido aos rígidos critérios para realização de exames e pela falta de informação. Foi isso que resultou nesse número abaixo das expectativas de vagas ocupadas.

Por isso, a partir de janeiro de 2020, visitantes iniciantes, que passarem ao menos três meses no país, poderão ser elegíveis, incluindo turistas e pessoas em viagem de negócios. Além disso, informações dos exames serão disponibilizadas em idiomas mais comuns.

O governo japonês também irá trabalhar para facilitar que o candidato aprovado nos exames possa encontrar um emprego no país. Para isso, deverá firmar parcerias com agências públicas, no sentido de ampliar a mão de obra e dividir os trabalhadores em todas as regiões do território, além de Tóquio e Osaka.

Falta de profissionais qualificados no Japão

De acordo com analistas de mercado, a escassez de mão de obra no Japão em determinados setores tende a aumentar, caso o governo japonês não tome medidas emergenciais. Para o economista sênior do instituto de pesquisa Fujitsu, em Tóquio, Martin Schulz, os números são realmente alarmantes.

"As estatísticas do governo e da indústria estão nos dizendo que o mercado de trabalho está completamente esvaziado", explica o executivo, em entrevista publicada no G1. Ele complementa: "Com o boom no setor de construção antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, as empresas estão ficando desesperadas".

Por fim, o analista ainda explica que, devido à falta de profissionais em alguns setores do país, até mesmo idosos estão sendo cada vez mais recrutados por empresas e adiando suas aposentadorias.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 003 7744
  •  

     

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

Botão Pós Graduação Responsivo

Agenda de Cursos - Inscrições Abertas