Coronavírus: hotel recebe enfermeiros que não querem infectar familiares

Coronavírus: hotel recebe enfermeiros que não querem infectar familiares

Um hotel localizado no Rio de Janeiro (RJ) resolveu adaptar suas instalações para receber enfermeiros e outros profissionais de saúde que não querem infectar seus familiares em casa, durante a pandemia do coronavírus.

A proprietária do estabelecimento, Daniele Bunier, percebeu ademanda reprimida a partir da consulta de uma amiga enfermeira. “A ideia surgiu da ligação de uma amiga, que pediu para ficar hospedada conosco para poder preservar os pais, que são idosos e fazem parte do grupo de risco para a Covid-19. A partir disso, percebi que essa necessidade deveria existir para outros profissionais também”, afirmou ao RJTV, da TV Globo.

O hotel foi criado em 2016, ano das Olimpíadas, com a transformação de um casarão no bairro de Botafogo. Na época o movimento de turistas foi bem grande, segundo a proprietária, mas com as restrições às viagens provocadas pela pandemia o movimento caiu drasticamente. 

Receba nossas notícias por e-mail: Cadastre aqui seu endereço eletrônico para receber nossas matérias diariamente

“Tenho dez funcionários, não sabia como eles iriam ficar nos próximos meses. Vendo essa demanda do setor de saúde, pensei que poderia unir o útil ao agradável: além de poder manter a estrutura do hotel, também ajudaria os profissionais de saúde, preocupados em contaminar os entes queridos ao voltar para casa”, disse Daniele.

Hoje o hotel está com a capacidade completa. Os 20 quartos estão ocupados com profissionais da saúde. Além de café da manhã, o estabelecimento decidiu oferecer uma ceia, depois de um pedido especial feito pela mãe de uma médica. “Ela ligou interessada em alugar o quarto para a filha porque acreditava que ela teria uma estrutura melhor. Isso fez com que nos preparássemos para incluir a ceia também para outros hóspedes”, revelou a proprietária.

A adaptação do hotel incluiu principalmente um reforço com a limpeza das áreas públicas, como lobbies, maçanetas e banheiros de uso comum. “Para que tudo fique bem higienizado, os cuidados foram redobrados nesse período: a assepsia do chão, dos espaços de circulação do hotel e das mesas de café. Nossa maior preocupação é a segurança de todos, especialmente dos colaboradores”, disse Daniela.

Isabela Castro é médica e para não expor os pais, que têm mais de 60 anos, preferiu sair de casa e se hospedar no hotel de Botafogo. “Estou mais tranquila aqui, não é tão confortável como estar em casa com a família, mas é uma paz pelo fato de não expor uma pessoa que a gente ama”, revelou ao RJTV.

Governo do Rio quer adaptar hotéis na quarentena

O Estado do Rio de Janeiro poderá ter quartos de hotel funcionando como leitos hospitalares durante a pandemia do novo coronavírus. A informação foi dada recentemente pelo governador Wilson Witzel (PSC) à CNN.

Segundo Witzel, a ideia já está sendo trabalhada pela Secretaria de Turismo. “Estamos em contato com pequenos hotéis para poder receber as pessoas. Uma vez infectados, os pacientes podem ser levados aos hotéis. Casos mais graves serão hospitalizados. Hotéis serão apenas para casos em que pessoas ficaram em quarentena", explicou Witzel ao portal UOL.

Nesse sentido, também, foi apresentado na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) projeto de lei dos deputados André Ceciliano (PT-RJ) e Rodrigo Bacellar (Solidariedade-RJ) que disponibilizaria hotéis para pacientes em quarentena ou isolamento.

BH também adapta hotel

Belo Horizonte (MG) é a sede do primeiro hotel do País adaptado para a pandemia do coronavírus. Seguindo protocolo contra a Covid-19, o empreendimento será destinado às pessoas que necessitam de isolamento, mas não precisam de internação hospitalar.

Segundo a direção do hotel, que está localizado na Região Centro-Sul de BH, hóspedes e colaboradores serão obrigados a cumprir rigoroso protocolo de segurança, como informa o jornal Estado de Minas.

O atendimento na recepção do hotel é virtual, incluindo check-in e check-out, ambientes são lacrados, o acesso do hóspede é feito apenas aos apartamentos e o café da manhã e demais serviços de bebida e alimentação são entregues na porta do quarto. Já os quartos ficam isolados por 72 horas para higienização, e todos os funcionários usam máscaras, luvas e botas.

Participe também: Grupo de WhatsApp para receber notícias de enfermagem diariamente

Obrigado por apoiar o jornalismo profissional

A missão da Agência de notícias do PGE é levar informação confiável e relevante para ajudar os leitores a compreender melhor o universo da enfermagem. O leitor tem acesso ilimitado às reportagens, artigos, fotos, vídeos e áudios publicados e produzidos, de forma independente, pela redação da Instituição. Sua reprodução é permitida, desde que citada a fonte. O PGE é o principal responsável pela especialização de enfermagem no Brasil. Muito obrigado por escolher a Instituição para se informar.

Atendimento

Atendimento de segunda a sexta-feira,
das 08:00 às 18:00 horas.

Telefones:

  • 0800 003 7744
  •  

     

Endereço

Escritório administrativo - Goiás

Rua Benjamin Constant, nº 1491, Centro, Anápolis - GO.

CEP: 75.024-020

Escritório administrativo - São Paulo

Rua: Haddock Lobo, n° 131, Sala: 910, Cerqueira César.

CEP: 01414-001 , São Paulo -SP.

Fale conosco

Botão Pós Graduação Responsivo

Agenda de Cursos - Inscrições Abertas